Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, em declarações na flash interview da SportTV, após o triunfo no Clássico frente ao Sporting, por 2-1, no jogo de abertura da ronda 25:

«Penso que começámos bem o jogo, fizemos quinze/vinte minutos de grande qualidade. Tivemos uma ocasião do Marega no poste, o Marega isolado e acabámos por fazer o golo depois numa terceira oportunidade. É verdade que mesmo nesse período o Sporting nunca abdicou de fazer o seu jogo, em explorar o Bryan Ruiz nas costas do Maxi, mas depois melhorou com o Bruno Fernandes no meio. Não nos podemos esquecer que o Sporting é uma excelente equipa, muito bem orientada. A mensagem ao intervalo foi para entrarmos como na primeira parte. Entrar alto, condicionar a construção do Sporting. Fizemos o golo, depois do 2-1 fomos à procura de matar o jogo não tirando o pé do acelerador, querendo sempre ir à procura da baliza. Depois penso que a partir do momento em que o Marega se magoou, estrategicamente defini que tínhamos de jogar mais baixo. Poderíamos ter feito o 3-1, mas eles também poderiam ter feito o 2-2. Foi um jogo competitivo, entre duas excelentes equipas e estamos contentes pelo desfecho.»

[FC Porto fiel a si mesmo]:

«Quando meti o terceiro médio, sofremos um bocadinho até porque estrategicamente estava definido isso. Podíamos ter feito o terceiro, a linha do Sporting estava muito subida. Não saímos com critério, estivemos ansiosos nesses últimos dez minutos. Podíamos ter criado mais dificuldades. Em termos estratégicos correu bem, estava definida a forma como bloquear o Sporting, obviamente que eles têm qualidade e conseguem contornar a nossa forma individual.»

«Tinha o Abou que estava fresco, o Corona, que podia dar profundidade e o Brahimi sempre a sair com perigo, fixando os três médios para equilibrar o corredor central e ter o Diego Reyes nas bolas paradas. Podia meter o Óliver, mas o Reyes dava-me outra garantia nas bolas paradas.»

[Sporting fora do título]:

«O Sporting não está fora da luta pelo título. Já demonstrou várias vezes que tem alma e o estofo de equipa que quer vencer o campeonato. Vi nos jogos essa vontade, a forma como querem ganhar. Por isso, acho que ninguém está fora. Há três equipas a lutar pelo título. Não preciso de passar mensagens para fora. É o que eu estou a sentir. Não estou aqui para dar algum tipo de demagogia. Um jogo pode mudar o estado de espírito de equipa. Todos os jogos vão ser finais.»

[Lesão do Marega]:

«É uma dor de cabeça. Não sabemos [a extensão da lesão]. Amanhã vamos avaliar e ver a dimensão da lesão.»