A jornada 23 abre em Santa Maria da Feira, com duas equipas que lutam pelo mesmo objetivo a medirem forças, numa altura que vivem momentos distintos da temporada, com clara vantagem para o conjunto que viaja de Portimão. Nas últimas jornadas a «linha de água» subiu substancialmente e pontuar torna-se cada vez mais importante para todas as equipas que estão envolvidas na luta pela permanência.

O MOMENTO

Feirense: O ciclo de três derrotas consecutivas que a equipa de Nuno Manta atravessa ganha maior dimensão porque quase todos os adversários diretos alcançaram vitórias no mesmo período. E isso faz com que os fogaceiros partam para esta jornada só com três equipas abaixo de si na tabela classificativa e com apenas um pontinho acima da linha de água. A urgência em pontuar é, por isso, muita, ainda para mais, jogando em casa diante de um adversário que luta pelo mesmo objetivo.

Portimonense: Apesar da derrota sofrida na jornada anterior diante do Benfica, que não deixou prolongar o melhor ciclo de vitórias da época por mais do que dois jogos, o Portimonense chega a esta fase do campeonato em posição relativamente confortável, com 24 pontos conquistados nas primeiras 22 jornadas, que deixam a equipa de Vítor Oliveira no 11.º lugar. Contudo, as vitórias que as equipas do fundo da tabela alcançaram nas últimas rondas fazem parecer pouco os cinco pontos à maior para os lugares de descida e os algarvios sabem que todos os pontos contam na luta pela tranquilidade.

AUSÊNCIAS

Feirense: Barge (lesionado)

Portimonense: Bruno Tabata e Pedro Sá (castigados); Jadson (lesionado).

DISCURSO DIRETO

Nuno Manta: «Até ao final do campeonato todos os jogos vão ser uma final, tanto para o Feirense como para os nossos adversários. Toda a gente quer conquistar pontos para garantir o mais rapidamente os seus objetivos. Vamos jogar a primeira final e sabemos que é extremamente importante pontuar.»

Vítor Oliveira: «Estamos a atravessar um bom momento, com os jogadores em boa forma, o que faz com que as nossas expectativas aumentem para discutirmos a vitória. Será tremendamente difícil, atendendo ao equilíbrio das duas formações e pelo facto das duas equipas precisarem de somar pontos e lutarem pelo mesmo objetivo»

HISTÓRICO DE CONFRONTOS

As equipas defrontaram-se por cinco vezes em jogos a contar para o campeonato principal, com clara vantagem para os algarvios, que nunca perderam diante dos fogaceiros, vencendo quatro vezes e empatando um. Porém, se forem contabilizados todos os 40 jogos entre as duas formações, o equilíbrio passa a ser a nota dominante, até com ligeiro ascendente do conjunto de Santa Maria da Feira que venceu 13 vezes contra 12 do Portimonense, registando-se ainda 15 empates.

EQUIPAS PROVÁVEIS

Feirense

 

Outros convocados: O Feirense não divulgou a lista de convocados.

Portimonense

Outros convocados:  Léo, Rafa Soares, Marcel, Ryuki, Wellington, Pires, Manafá.