Siga o jogo de abertura da 14.ª jornada AOMINUTO, a partir das 20h30

MOMENTO

Rio Ave:

Três derrotas e duas vitórias nos últimos cinco jogos espelham o percurso irregular dos vila-condenses no que a resultados diz respeito. A vitória em Tondela na última ronda, com uma boa exibição coletiva, poderá servir de princípio para a remota da equipa de Miguel Cardoso. Um triunfo deixa o Rio Ave a um ponto do quinto lugar, ocupado pelo Marítimo.

Moreirense:

A chegada de Sérgio Vieira coincidiu com uma ligeira recuperação dos cónegos na tabela classificativa. Essa retoma sofreu um duro revés no Estádio do Bessa, a única derrota do treinador no comando técnico do clube. Porém, o ciclo positivo do Moreirense deve começar a ser traduzido em vitórias, ao invés dos sucessivos empates, sob pena de se atrasar na fuga aos últimos lugares.

AUSÊNCIAS

Rio Ave:

Tarantini castigado e Silvério lesionado.

Moreirense:

Sagna, Dramé e Fati lesionados, Hichem Belkaroui castigado.

DISCURSO DIRETO

Miguel Cardoso:

 «O jogo não é entre duas equipas que estão distanciadas na tabela classificativa. Isso é só o lado teórico da abordagem, porque, na prática, o Moreirense é uma equipa competente, que tem vindo a crescer. Só um Rio Ave competente poderá conseguir um bom resultado. Queremos fazer um jogo afirmativo, mas não somos nem mais, nem menos, obrigados a ganhar em função de quem é o adversário ou da situação pontual ou emocional de quem defrontamos.»

Sérgio Vieira:

«Acredito que para contrariarmos aquilo que serão as forças do Rio Ave teremos de ser uma equipa confiante. O Rio Ave tem aspetos muito fortes, quer a organização coletiva quer em desequilíbrios individuais. Temos de ter muita confiança, que nos permita impedir que o Rio Ave seja eficaz. Essa confiança tem de ter agressividade, motivação, capacidade de sacrifício e superação.»

HISTÓRICO DE CONFRONTOS:

Apenas doze confrontos entre as duas equipas para a Liga. Ligeira supremacia da equipa de Vila do Conde - quatro vitórias - contra três da formação de Moreira de Cónegos. Pelo meio registaram-se ainda cinco empates. Nos seis jogos anteriores, disputados no antigo Estádio dos Arcos, equilíbrio total: duas vitórias para cada lado e dois empates. Nota para o facto da última vitória do Moreirense no reduto do Rio Ave data de 29 de novembro de 2015.

EQUIPAS PROVÁVEIS

Rio Ave:

Outros convocados: lista não divulgada

Moreirense:

Outros convocados: lista não divulgada