Ao que o Maisfutebol apurou, o Fidelis, grupo financeiro inglês, apresentou, nos últimos dias, oferta de dez milhões para entrar no capital da SAD estorilista. Foi mais uma de várias abordagens que a Traffic teve, nos últimos anos, para vender a sua percentagem.

A empresa brasileira entrou no Estoril em 2009, correspondendo a um período de crescimento desportivo evidente da formação estorilista.

Nesta fase, e de acordo com o que apurámos, ainda está longe de ser um dado adquirido que a Traffic vá vender a sua participação ao grupo financeiro inglês Fidelis, estando negociações a decorrer. 

De todo o modo, o projeto desportivo do Estoril será para manter, pelo que não se prevêem, para os próximos tempos, alterações na composição da administração da SAD estorilista.