«O que aconteceu? Começou assim: na primeira parte houve um jogador do Benfica que ficou no chão e por respeito, não pelo fair-play da treta, colocámos a bola fora. Na segunda parte, aconteceu o mesmo com o Tiba e eles não o fizeram», começou por lembrar.

«A partir daí, gerou-se ali uma confusão, um técnico do Benfica veio direito a mim, colocou-me a mão no peito, mas não foi nada de especial. Não sei se o árbitro expulsou o adjunto, o Raul (José), mas foi isto que se passou», rematou Sérgio Conceição.