No caso de Marcelo Goiano tratou-se da estreia a marcar com a camisola dos arsenalistas. Para além de se tratar da estreia, o golo surgiu no regresso do lateral direito depois de uma paragem por um período de tempo superior a mês e meio. O jogador havia-se lesionado na segunda jornada, pelo que regressou com um golo que o recoloca na luta pelo lado direito da defesa.

A exemplo de Marcelo Goiano, também Sami teve a oportunidade de festejar pela primeira vez um golo com a camisola dos Guerreiros. O avançado cedido pelo FC Porto apontou o último golo dos bracarenses no jogo com o Alcains.

A maior dose de confiança terá, contudo, recaído sobre Éder. Depois de mais uma passagem tímida pela seleção e do alheamento das balizas adversárias ao serviço do Sp. Braga, já não marcava desde o dia 30 de agosto, o avançado internacional português perdeu a titularidade para Zé Luís. Aproveitou a Taça de Portugal para voltar aos golos mais de mês e meio depois, apontando o seu terceiro golo da época.

Pedro Tiba abriu caminho ao triunfo do Sp. Braga apontando o segundo golo com a camisola do Sp. Braga, afirmando-se como um dos pilares da equipa de Sérgio Conceição. O conjunto bracarense descansa esta terça-feira, regressando aos treinos quarta-feira com dose dupla para preparar a receção ao Benfica.