O momento:

V. SETÚBAL: a equipa sadina atravessa um momento de maior estabilidade, com duas jornadas seguidas da Liga a pontuar (triunfo caseiro sobre o Nacional e empate no Restelo), para além da passagem à quarta eliminatória da Taça de Portugal, afastando o Arouca da prova (1-0). A receção ao outro Vitória surge como uma oportunidade de conseguir, pela primeira vez esta época, pontuar em três jornadas consecutivas.

V. GUIMARÃES: terceira classificada da Liga, a equipa de Rui Vitória reagiu à goleada sofrida nos Barreiros com um triunfo claro sobre o Boavista, e na Taça de Portugal cumpriu a sua obrigação, superando o Moura, no Alentejo (0-2). A conquista de três pontos no Bonfim permitiria assumir, à condição, o segundo lugar do campeonato, a apenas dois pontos da liderança.

Ausências:

V. SETÚBAL: Diego Maurício, Forbes e Cartagena lesionados

V. GUIMARÃES: Douglas, Pedro Correia e Defendi lesionados, assim como o capitão Moreno, que ainda assim integra a convocatória.

Discurso direto:

DOMINGOS: «Teremos que ter alguns cuidados com os homens da frente do Vitória de Guimarães, não só pela qualidade, mas também pelas faltas que eles arranjam. Lembro-me do penúltimo jogo que fizeram em casa com o Paços de Ferreira, em que acabam por expulsar, injustamente, um jogador do Paços de Ferreira e o jogo mudou. Espero que o árbitro esteja bem e que consiga discernir bem quando existe falta e quando não existe, porque são jogadores rápidos, que, ao mínimo toque, caem. E temos de ter cuidado com isso.»

RUI VITÓRIA: «A melhor forma de encarar este tipo de situações é ganhar ainda mais motivação para mostrar a nossa qualidade. O melhor é falarmos dentro do campo. Não é de todo verdade o que o Domingos diz, objetivamente no jogo com o Paços de Ferreira, que teve um jogador bem expulso, tivemos um penálti a nosso favor que não foi assinalado e um outro jogador deveria ser expulso. Ainda por cima o Bernard levou um cartão amarelo que não deveria ter visto (…) Podia comentar o que o Domingos era enquanto jogador quando tinha o Artur Jorge enquanto treinador, mas não quero ir por aí. Analisem o penálti do V. Setúbal diante do Gil Vicente e vejam como foi conseguido.»

Histórico de confrontos:

O Vitória de Setúbal já recebeu o Vitória de Guimarães em 58 ocasiões, para o principal escalão do futebol português, e tem um saldo bem positivo, com 33 vitórias e apenas 12 derrotas (empates foram 13).

Equipas prováveis:

Outros convocados: Raeder, Miguel Lourenço, Advíncula, Ney, João Schmidt, Giovani e Lupeta

Outros convocados: Miguel Oliveira, Moreno, Nii Plange, Crivellaro, Cafú, Hernâni, Ricardo e Gui