Kere inaugurou a contagem para o Burkina Faso, ao minuto 23. Traoré aumentou a vantagem, ainda na primeira parte, e Moumouni Dagan, melhor marcador na fase preliminar da qualificação africana, converteu um castigo máximo na etapa complementar.

Feindouno ainda reduziu para a Guiné, apontada por Paulo Duarte como um adversário extremamente complicado, mas Burkina Faso voltou a provocar a alegria dos adeptos locais e chegou ao quarto golo, de novo por Dagan. Zayattie completou o resultado final.