A Turquia queria vingar a derrota de quatro dias antes, no Santiago Bernabéu, e chegou ao golo aos 24 minutos, com Senturk a bater Casillas. Esse era o resultado ao intervalo, mas a Roja ia reagir.

Logo depois da hora de jogo, Uzulmez deu mão na bola, dentro da área. Penalty a favor dos espanhóis e Xabi Alonso na marca dos onze metros. O médio do Liverpool bateu Volkan e igualou o encontro.

O jogo foi repartido em oportunidades até final, mas aos 86 minutos, Del Bosque jogou cartada decisiva. Lançou Guiza no lugar de Fernando Torres e seria o jogador do Fenerbahçe, da Turquia, a fazer o passe para a vitória sobre os turcos. O avançado assistiu e Riera fez o 2-1, no segundo minuto de descontos.

Com o ex-seleccionador Luis Aragonés na bancada, os espanhóis igualaram também o recorde da selecção orientada por Javier Clemente: há 31 jogos que não perdem! Mais, Vicent del Bosque tornou-se no melhor técnico estreante na Roja, com nove vitórias consecutivas.

Nas contas do Grupo 5, a Espanha soma seis triunfos em seis jogos, leva 18 pontos ganhos, mais seis que a Bósnia, segunda classificada.