A Seleção Nacional chegou este sábado à Rússia, para a última fase de preparação do Mundial 2018. A comitiva portuguesa vai ter seis dias de estágio até ao primeiro jogo, agendado para 15 de junho, em Sochi, frente à Espanha.

Muito longe, portanto, dos trinta dias de estágio em Saltillo, antes do Mundial 86, dos quinze dias de estágio em Macau, antes do Mundial 2002, ou das duas semanas entre Estados Unidos e Brasil, antes do Mundial 2014, em experiências que correram mal.

Desta vez serão apenas seis dias. Ora seis dias está em média com o que a esmagadora maioria das seleções definiu como suficiente para fazer a ambientação ao país: 23 equipas vão estar entre cinco e seis dias em solo russo antes do primeiro jogo.

Só oito seleções, portanto, vão estar mais de seis dias em estágio na Rússia, sendo que cinco estarão sete dias: são elas Islândia, Brasil, Tunísia, Senegal e Colômbia. Acima disso fica a adversária Espanha, que vai estar sete dias: chega dois dias antes e Portugal.

O Irão, de Carlos Queiroz, vai ter dez dias em estágio na Rússia antes do primeiro jogo, frente a Marrocos, também a 15 de junho, enquanto o estreante Panamá bate tudo: vai estar onze dias em estágio em Saransk, no que é um recorde entre todas as equipas.

Refira-se, de resto, que o Irão é a primeira seleção a aterrar na Rússia (para além do país organizador, obviamente), tendo chegado a 5 de junho. Já a Polónia é a última equipa a chegar, fazendo-o apenas a 14 de junho, dia do jogo inaugural da competição.

Dias de estágio por seleção na Rússia:

Panamá: chegou a 7 de junho, primeiro jogo a 18 de junho – 11 dias

Irão: chegou a 5 de junho, primeiro jogo a 15 de junho – 10 dias

Espanha: chegou a 7 de junho, primeiro jogo a 15 de junho – 8 dias

Islândia: chegou a 9 de junho, primeiro jogo a 16 de junho – 7 dias

Brasil: chega a 10 de junho, primeiro jogo a 17 de junho – 7 dias

Tunísia: chega a 11 de junho, primeiro jogo a 18 de junho – 7 dias

Senegal: chega a 12 de junho, primeiro jogo a 19 de junho – 7 dias

Colômbia: chega a 12 de junho, primeiro jogo a 19 de junho – 7 dias

Marrocos: chegou a 9 de junho, primeiro jogo a 15 de junho – 6 dias

PORTUGAL: chegou a 9 de junho, primeiro jogo a 15 de junho – 6 DIAS

Argentina: chega a 10 de junho, primeiro jogo a 16 de junho – 6 dias

Austrália: chega a 10 de junho, primeiro jogo a 16 de junho – 6 dias

França: chega a 10 de junho, primeiro jogo a 16 de junho – 6 dias

Peru: chega a 10 de junho, primeiro jogo a 16 de junho – 6 dias

México: chega a 11 de junho, primeiro jogo a 17 de junho – 6 dias

Sérvia: chega a 11 de junho, primeiro jogo a 17 de junho – 6 dias

Suíça: chega a 11 de junho, primeiro jogo a 17 de junho – 6 dias

Suécia: chega a 12 de junho, primeiro jogo a 18 de junho – 6 dias

Coreia do Sul: chega a 12 de junho, primeiro jogo a 18 de junho – 6 dias

Inglaterra: chega a 12 de junho, primeiro jogo a 18 de junho – 6 dias

Japão: chega a 13 de junho, primeiro jogo a 19 de junho – 6 dias

Arábia Saudita: chegou a 9 de junho, primeiro jogo a 14 de junho – 5 dias

Egito: chega a 10 de junho, primeiro jogo a 15 de junho – 5 dias

Uruguai: chega a 10 de junho, primeiro jogo a 15 de junho – 5 dias

Croácia: chega a 11 de junho, primeiro jogo a 16 de junho – 5 dias

Dinamarca: chega a 11 de junho, primeiro jogo a 16 de junho – 5 dias

Nigéria: chega a 11 de junho, primeiro jogo a 16 de junho – 5 dias

Costa Rica: chega a 12 de junho, primeiro jogo a 17 de junho – 5 dias

Alemanha: chega a 12 de junho, primeiro jogo a 17 de junho – 5 dias

Bélgica: chega a 13 de junho, primeiro jogo a 18 de junho – 5 dias

Polónia: chega a 14 de junho, primeiro jogo a 19 de junho – 5 dias