Para a EPFL (associação que representa 31 ligas europeias), a competição «deverá disputar-se, como previsto inicialmente, durante o verão», apesar das altas temperaturas que se verificam no Qatar nessa altura do ano.

Esta ideia de Thiriez e da EPFL vem contrariar a intenção demonstrada na segunda-feira pelo presidente da FIFA, Joseph Blatter, numa entrevista à France Info.

Para o responsável máximo do órgão que regula o futebol mundial, «o mais conveniente seria disputar a prova no fim do ano», fugindo assim aos meses de maior calor. O suíço assumiu mesmo as dificuldades de calendarização provenientes dessa alteração, mas frisou a «extrema importância» de um Campeonato do Mundo.