Miguel Lopes, jogador que o F.C. Porto contratou em Janeiro mas que deixou emprestado ao Rio Ave, em declarações no final da derrota (1-3) da formação de Vila do Conde no Dragão:
«O ambiente estava extraordinário e dá gosto jogar num estádio assim. É muito bom representar o clube que se vai representar, porque nem sempre se tem essa oportunidade. Mas independentemente de ser tratar do F.C. Porto, é muito bom jogar com um grande e fazer parte destes jogos grandes. Foi um sentimento muito bom jogar no Dragão, mas nesta altura apenas penso no Rio Ave e em ajudar esta equipa a atingir os objectivos. Depois do final da temporada tenho tempo para pensar no futuro. O Fábio Coentrão disse que o Rio Ave perdeu por culpa do árbitro? A arbitragem fica para dirigentes e treinadores comentarem. Não quero meter-me nessas coisas. Sou jogador e só penso em jogar futebol. »