Nuno Gomes concorda com Ronald Koeman e diz que o Liverpool é mais forte do que o Manchester United. O avançado não aguarda, portanto, facilidades da parte dos campeões da Europa, mas espera que o Benfica possa entrar no jogo «de cabeça limpa».
«Em termos gerais, como equipa, considero que o Liverpool é mais forte, acho que tacticamente e em termos defensivos, o Liverpool é mais forte do que o Manchester porque, se calhar, como o mister disse, o Manchester tem mais individualidades e nomes sonantes, mas em termos colectivos a equipa do Liverpool é mais completa», referiu.
O Benfica terá de tirar proveito das suas capacidades técnicas para compensar o desequilíbrio no confronto físico com os ingleses, mas o mais importante, para Nuno Gomes, é entrar no jogo com a cabeça limpa. «Poderá ser uma vantagem, mas os jogadores do Liverpool também são bem dotados tecnicamente, apesar de serem altos. Têm uma excelente defesa, têm sofrido poucos golos, são fortes no jogo aéreo, vamos ver. Nós vamos tentar jogar o nosso futebol, mas conhecemos bem a equipa deles. Espero que o Benfica consiga entrar de cabeça limpa e que consiga fazer o seu jogo», defendeu.
O avançado diz que não tem nenhuma receita para ultrapassar a defesa do Liverpool, mas espera que também haja alguma preocupação no lado contrário. «Os avançados, principalmente na Liga dos Campeões, apanham defesas fortes, como à do Liverpool, portanto estamos habituados a lidar com eles. Espero que eles também possam estar preocupados connosco. Não pensei em nenhuma fórmula mágica para os poder ultrapassar mas, acima de tudo, pretendo lutar com as armas que tenho», comentou.
Nuno Gomes, melhor marcador do Benfica na Liga, ainda não marcou na actual edição da Liga dos Campeões. «Gostava de também fazer golos na Liga dos Campeões, se possível já amanhã, mas não estou com ansiedade quanto a isso», referiu, acrescentando que está preparado para jogar onde o treinador quiser. «Não tenho preferência por um lugar, gosto, acima de tudo, é de poder jogar, de ajudar a equipa, independentemente de que seja mais à frente ou mais recuado. Não vou divulgar a táctica, mas acima de tudo quero poder jogar para ajudar a equipa e os meus companheiros», acrescentou.