A Naval garantiu este domingo a presença nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, ao alcançar uma vitória no reduto do Estrela da Amadora (1-0). O único golo da partida foi apontado pelo médio Gilmar, quando estavam decorridos 22 minutos.
A equipa da casa entrou melhor na partida e logo nos primeiros minutos criou duas oportunidades para inaugurar o marcador. Primeiro aos cinco minutos, com José Fonte a cabecear por cima na sequência de um pontapé de canto de Edu Silva. O lateral esquerdo voltou a estar em foco pouco depois, aos dez minutos, com um cruzamento milimétrico para a cabeça de Cleiton, mas a bola voltou a sair ligeiramente por cima da barra de Wilson Júnior.
Quem não se fez rogada foi a Naval, que no seu primeiro remate à baliza conseguiu marcar. João Ribeiro trabalhou bem na direita e cruzou para a área, onde surgiu Gilmar a saltar melhor que Rui Duarte e a inaugurar o marcador, quando estavam decorridos 22 minutos. O Estrela ainda tentou reagir, com NDiaye a revelar-se muito rematador, mas Wilson Júnior revelou-se sempre muito atento.
Daúto Faquirá tentou alterar o rumo dos acontecimentos na segunda parte, e fez entrar Rui Borges e Zamorano aos 61 minutos, procurando dar mais velocidade ao jogo. Mas tal como na primeira parte seria a Naval a marcar, só que desta vez o lance foi anulado, por fora-de-jogo de Paulão.
O Estrela da Amadora só nos últimos quinze minutos conseguiu incomodar seriamente Wilson Júnior. O guarda-redes da Naval foi obrigado a fazer uma grande defesa aos 77 minutos, na sequência de um livre directo de Tiago Gomes. Os últimos minutos foram passados junto à área da Naval, mas sempre sem conseguir criar verdadeiros lances de perigo.
Ficha de jogo:
V Eliminatória da Taça de Portugal
Estádio José Gomes, na Reboleira
Árbitro: Vasco Santos (AF Lisboa)
E. AMADORA: Pedro Alves; R. Duarte, J. Fonte, Amoreirinha, Edu Silva (Tiago, 76m); Tiago Gomes, Marco Paulo, Cleiton (Zamorano, 61m), Jaime (Rui Borges, 61m); NDiaye, Anselmo
NAVAL: Wilson Júnior; Mário Sérgio, Paulão, Fernando, China; Orestes, Gilmar, Fajardo (Carlitos, 52m); João Ribeiro, Lito e Nei