Arrasador nas palavras, inclemente nos propósitos. Este domingo, José Mourinho voltou a tecer duras críticas a Cristiano Ronaldo, mostrando que a Guerra de palavras entre os dois portugueses parece estar para durar. Desta vez, Mourinho questionou a própria «educação» do extremo do Manchester United, que viu Alex Ferguson sair em sua defesa neste confronto.
«Não é Alex Ferguson que me preocupa. Gosto dele e respeito-o. Se nas trocas de palavras não houver falta de educação, nem ataques à moralidade e à integridade, eu não tenho qualquer problema», adiantou, antes de desferir o mordaz ataque a Cristiano Ronaldo.
«Isto nem é um jogo de palavras entre mim e ele. É um jogo onde um miúdo fez algumas declarações onde não demonstrou maturidade nem respeito. Tem talvez a ver com uma infância difícil, sem educação apropriada. Talvez seja uma consequência disso. Por isso achei que tinha que lhe dar uma resposta. Só depois Sir Alex achou que devia defender o seu rapaz».
O Chelsea prepara a deslocação a Liverpool, a contra para a 2ª mão das meias-finais da Liga dos Campeões, depois do empate em casa com o Bolton. Que terá, de resto, afastado o Chelsea do título inglês. «Claro que os meus atletas estão devastados, mas o Liverpool também deve estar. São terceiros na liga e despediram-se do título em Janeiro».