O F.C. Porto anunciou esta terça-feira, num comunicado enviado à CMVM, que rejeitou uma proposta do Everton por Lucho González, pelo que foi obrigado, nos termos do contrato celebrado com a Global Soccer Agencies, a adquirir a restante parte do passe do jogador.
Recorde-se que o F.C. Porto era detentor apenas de metade do passe de Lucho, sendo o restante do fundo de investimento, pelo que no caso de aparecer uma proposta superior o clube teria de aceitar vender o jogador ou então compraria a restante parte do passe que não lhe pertencia. Nesse sentido, e perante a proposta do clube inglês, o F.C. Porto acabou mesmo por adquirir os restantes 50 por cento dos direitos económicos por 6,65 milhões de euros. O F.C. Porto não revelou de quanto foi a proposta
Confira o comunicado da F.C. Porto, Futebol SAD:
«A Futebol Clube do Porto - Futebol, SAD vem informar que recusou a proposta recebida do Everton FC com vista à transferência a título definitivo do jogador Lucho Gonzalez.
Assim, nos termos do acordo celebrado com a Global Soccer Agencies Lt, a Futebol Clube do Porto - Futebol, SAD tomou a decisão de adquirir os restantes 50% dos direitos económicos do jogador pelo montante global de 6,650 milhões de euros.
O Conselho de Administração
Porto, 7 de Agosto de 2007»