«Foi uma coisa combinada com o meu colega, infelizmente correu mal. Não foi com uma atitude de desprezo para com o adversário, mas as circunstâncias do jogo levaram-me a tal ideia. Estou aqui a assumir isso. O treinador já falou comigo sobre isso pedindo para não repetir. Repito que não foi por desprezo ao adversário que fiz isto», explicou o jogador, após o encontro.