Veja como seria a Selecção Nacional com bigode (fotos)

João Carmona, designer de 21 anos, lançou o repto através do «Facebook» mas estaria longe de imaginar as proporções que a ideia nascida há dois anos tomaria. «Estava na Grécia, ao abrigo do programa Erasmus, aquando do Euro 2008. Em conversa com amigos falámos da falta de jogadores com bigode na selecção portuguesa e agora decidi trazer de volta a ideia. Acho que o típico português tem de ter bigode. As pessoas podem achar piada, mas a verdade é que era a nossa imagem de marca, não se via em muitas equipas. Era muito engraçado que os jogadores aderissem», afirmou João Carmona ao Maisfutebol.

Os nossos 23 para um Mundial de bigodes

A ideia não era inédita. Uma pesquisa simples permite encontrar outras petições do género, até mais antigas, mas nenhuma assumiu tamanho protagonismo. Um grupo de Coimbra que conhecia a causa levou uma tarja para o último jogo, frente à China, e a moda pegou. Na quinta-feira o grupo do «Facebook» tinha 300 fãs. Na sexta passava os 3 mil.

«Os bigodes podiam substituir as bandeiras à janela»

João Carmona não tem pejo em ser o primeiro a dar o exemplo. «É claro que vou deixar crescer o bigode durante o Mundial», garante. Para que a ideia se alastre é preciso que alguém tenha a ousadia de a pôr, verdadeiramente, em prática. «Pode ser que o uso do bigode venha substituir as tradicionais bandeiras nas janelas», recorda.

Valdir (ex-Benfica: «O meu bigode chega e as portas abrem-se»

Para já, o grupo quer tornar-se ainda mais popular. A causa já teve eco em órgãos de comunicação portugueses, brasileiros e espanhóis, pelo menos, mas ainda ninguém se dá por satisfeito: «Não vamos ficar por aqui. Temos algumas ideias para outras acções de divulgação da causa, mas não quero estragar a surpresa. Estejam atentos. Queremos mesmo ver o país de bigode na altura do Mundial.»

Uma selecção com bigode no Mundial? Frasco apoia...

E os jogadores, afinal de contas a causa maior, será que levariam o pedido em consideração? «O Cristiano Ronaldo seria completamente impossível. Tem aquela imagem de marca que é preciso manter. Mas bastava um dos jogadores aderir que eu já me sentia completamente realizado. Para aderir a isto se calhar só mesmo o seleccionador, até porque já usou bigode. Dos jogadores, não sei. O Bruno Alves tem quase um bigode...Se calhar o Nani era capaz. Acho que os jogadores mais jovens poderiam aderir», concluiu João Carmona.

Chaves, a capital do bigode

O desafio está lançado. Teremos, lá para Junho, um Portugal mais farfalhudo?

Grupo "Queremos a selecção com bigode na África do Sul"