(Ranking UEFA, atualizado a 23 de abril, às 22:08)

Portugal fechou esta terça-feira as suas contas para o ranking UEFA com a eliminação do FC Porto. Aconteceu o mesmo com a França, na quarta, com o adeus do Monaco. Na prática, isso significa que a próxima temporada começará com os portugueses ainda na quinta posição da tabela, com ligeira vantagem sobre os franceses.

Portugal irá perder a época 2010/11 em que somou o fantástico coeficiente de 18.800 e, consequentemente, os 8.044 que conseguiu então mais que a França. Os gauleses, 6ª posicionados, ficarão sem os 10.756 também desse ano.

A margem de vantagem é pequena, apenas 0.916 de diferencial entre os dois coeficientes.

Portugal terá 42.582 no arranque, enquanto a França se apresentará com 41666.

* Ponto da situação:

 
País 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 Total Equipas
1º Espanha 18.214 20.857 17.714 23.000 18.357 98.142 3/7
2º Inglaterra 18.357 15.250 16.428 16.785 13.571 80.391 0/7
3º Alemanha 15.666 15.250 17.928 14.714 15.571 79.129 1/7
4º Itália 11.571 11.357 14.416 14.166 18.166 69.676 3/6
5º Portugal 18.800 11.833 11.750 9.916 9.083 61.382 0/6
6º França 10.756 10.500 11.750 8.500 10.916 52.416 0/6
7º Rússia 10.916  9.750 9.750 10.416 9.666 50.498 0/6
8º Ucrânia 10.083 7.750 9.500 7.833 9.333 44.499 1/6
9º Holanda 11.166 13.600 4.214 5.916 6.083 40.979 0/6
10º Bélgica 4.600 10.100 6.500 6.400 9.600 37.200 0/5

*Este ranking vai sendo actualizado com os resultados da época 2013/14 e determina a distribuição nas provas europeias em 2015/16.

Sistema de cálculo: São consideradas as últimas cinco temporadas. Para cada uma, o total de pontos conseguidos pelas equipas (2 por vitória, 1 por empate, metade destes valores nas pré-eliminatórias) é dividido pelo total de equipas desse país que participam nas competições europeias do ano em causa. A isto há que acrescentar cinco pontos de bónus por cada presença nos oitavos-de-final da Champions e, depois, nas duas provas, um ponto pelos quartos-de-final, meias-finais e outro ainda pela chegada à final. O acesso à ronda de grupos da Liga dos Campeões rende quatro pontos de bónus.