Klas Ingesson, treinador do Elfsborg (equipa que defrontou recentemente o Rio Ave), faleceu nesta quarta-feira, seis anos após lhe ter sido diagnosticado um mieloma múltiplo. 

Pedro Martins prestou uma homenagem ao sueco de 46 anos, através de uma mensagem publicada no site oficial do Rio Ave.

«Fui menino que um dia sonhou ser jogador de futebol, fui profissional, realizei o sonho. Fui internacional e vivi o futebol a cada segundo da minha vida de jogador. Sonhei ser treinador. Sou treinador.

Sou apenas mais um exemplo daqueles que têm a sorte de conseguir realizar o seu maior sonho de vida. Todos admiramos e seguimos os exemplos maiores que nos guiam no caminho desses sonhos.

Estou certo que Klas Ingesson é um dos maiores responsáveis pelo sonho de muitos que adoram e vivem o futebol. Mais ainda, Klas Ingesson é também um exemplo de vida. Um herói, que viveu a sua paixão sem limites e sem se deixar vencer nunca pelas dificuldades. Que grande exemplo. Tive oportunidade de ver, ao vivo, o quanto amou o futebol e o que fez por ele. O seu grande trabalho irá perdurar para sempre.

Tenho a certeza que muitas crianças sonham e amam o futebol, muitos jogadores continuam a sonhar e a amar o futebol porque simplesmente encontraram em Klas Ingesson o exemplo perfeito.»

António Silva Campos, presidente do clube de Vila do Conde, também homenageou Ingesson, apresentando as suas condolências à família do antigo internacional sueco e ao Elfsborg.