um árbitro armado em pistoleiro

A história é inusitada, mas simples de relatar. Minuto 62 do jogo entre o Rapid Bucareste e o Otelul Galati. Costin Lazat foge pela esquerda, após passe de Juliano Spadaccio (ex-Nacional), e é aparentemente parado em falta por um defesa contrário.

O árbitro assinala de pronto o castigo máximo mas Lazat, num assomo de honestidade, recusa a benesse e assume não ter sido derrubado. A partida acabou com o resultado de 4-0, favorável à equipa do nosso herói, mas nessa altura estava apenas em 2-0.

Pitbull vê o lance no banco de suplentes

Observador privilegiado do lance, Cláudio Pitbull reage de forma curiosa quando contactado pelo Maisfutebol. O avançado do Rapid estava no banco de suplentes e estranhou a reacção do próprio colega de equipa.

«Se fosse num clássico da liga romena não sei se ele faria isso. Achei uma situação estranha. Estava no banco de suplentes e ficámos a olhar uns para os outros sem saber bem o que pensar», conta-nos o brasileiro ainda ligado contratualmente ao F.C. Porto.

«Quando chegámos ao balneário rimo-nos muito. Vencemos por 4-0, por isso é normal. No futebol há coisas difíceis de entender e esse lance é uma dessas coisas.»

Confira o video do lance: