Na antevisão do encontro de qualificação para o Mundial-2010, frente à Suécia, o internacional português foi questionado sobre as razões que o levam a desempenhos menores na equipa das quinas do que no Man Utd. «A estatística não diz isso», começou por argumentar Cristiano Ronaldo.

«Se todos fizessem o que fiz, Portugal já era campeão do mundo, no clube as rotinas são diferentes, jogo sempre com os meus colegas», sublinhou, para, de algum modo, dizer que o entrosamento é, obviamente, melhor no campeão inglês.

Por falar em Manchester United, um ex-jogador dos red devils, o sueco Henrik Larsson, acusou Ronaldo de atirar-se em demasia para o chão. O camisola sete nacional respondeu: «Já estou habituado a provocações, nunca me influenciaram e só quero ajudar a equipa. Se influencia o árbitro? Não sei, acredito que não, acho que ele vem para fazer o seu melhor, não se vai deixar influenciar pelas declarações dos jogadores suecos.»

Ronaldo sublinhara antes o carácter «decisivo» do encontro e frisa: «Temos de ganhar. Não estivemos ao nosso nível nos últimos jogos, mas agora vai ser totalmente diferente.»