O avançado de 23 anos agradece a distinção, mas não quer ficar por aqui. «Quero ganhar mais troféus, conseguir mais internacionalizações e marcar mais golos. Quando acabar a carreira quero olhar para essas coisas, mas enquanto jogo não penso no que passou, só vejo o futuro e tudo o que poderei ganhar.»

O facto de já ter vencido uma Liga dos Campeões não reduz minimamente a ambição do jogador do Manchester United. «Depois de ter vencido a Champions começamos logo a pensar no inicio da época seguinte. O treinador avisou-nos para estarmos prontos. É algo que eu gosto de fazer. Podemos gozar a noite em que vencemos os troféus mas no dia seguinte temos que nos levantar para ganhar mais e mais.»

A carreira de Wayne Rooney pela selecção inglesa não está tão recheada de vitórias como no Manchester, mas o avançado acredita que isso pode mudar. «Desde que Capello chegou, a rotina é outra e a equipa começou a jogar melhor. O principal objectivo era vencer os jogos de qualificação e temos conseguido. Felizmente, também tenho marcado vários golos. Tenho por objectivo ganhar uma competição por Inglaterra. É algo que não acontece há décadas e se o conseguirmos nos próximos anos tenho a certeza que todos ¿ fãs, jogadores, dirigentes ¿ ficariam deliciados», constatou o avançado.

A Inglaterra está bem posicionada para se apurar para o Mundial 2010 e uma vitória frente à Ucrânia, no próximo jogo, praticamente confirma essa presença. «Temos alcançado grandes resultados e exibições, mas faltam alguns jogos importantes e não podemos facilitar», avisou o companheiro de Cristiano Ronaldo e Nani.