O Arouca iniciou esta sexta-feira a preparação para a época 2018/19 com os habituais exames médicos e com o objetivo de realizar uma época «tranquila» na Segunda Liga.

«Depois de um forte investimento na última época, este ano fizemos uma grande reformulação no plantel. Reduzimos o orçamento e vamos tentar fazer o melhor possível, dentro do rigor máximo que nos caracteriza», afirmou à agência Lusa o diretor desportivo dos arouquenses, Joel Pinho.

Na temporada transata, a equipa orientada por Miguel Leal lutou pela subida de divisão até às últimas jornadas, acabando por falhar esse objetivo. Por consequência, o «orçamento baixou bastante» segundo o dirigente do Arouca, que admite não assumir «a tentativa de promoção».

Para a nova época, o técnico do Arouca conta com nove reforços: Kiko (ex-Académico de Viseu) e Sanchez (ex-Santa Cruz de Natal), os médios Didi (ex-Sporting de Braga B), William Soares (ex-Cova da Piedade) e João Graça (ex-Feirense) e os avançados Heliardo (ex-Cianorte), Fábio Fortes (ex-Penafiel), Cephas Malele (ex-Vazim) e Toni Gomes (ex-Liverpool).

Nuno Coelho, Palocevic e Jubal estão perto da saída, segundo a Lusa.

Antes do início do campeonato, o Arouca tem até ao momento cinco amigáveis agendados frente a Sporting de Espinho (4 de julho), Leixões (7 de julho), Desportivo das Aves (11 de julho), Oliveirense (14 de julho) e Santa Clara (17 de julho).