Cédric Soares, lateral da seleção nacional, foi o escolhido para prestar declarações na conferência de imprensa, nesta terça-feira, na Cidade do Futebol.

Assumindo que já começa a existir alguma ansiedade nos jogadores, o defesa fala também na confiança que sente no grupo.

«Essa ansiedade faz parte da vida dos jogadores, se não a tivermos é porque algo está errado. Falo por experiência própria, antes dos jogos tenho de sentir aquele bichinho que nos faz querer cada vez mais estar dentro do campo. Por isso, sim estamos todos ansiosos pelo começo do campeonato do mundo, mas muito confiantes também», afirmou.

Já quanto à disputa pela vaga no lado direitio da defesa da seleção, Cédric acredita que não parte em vantagem, apesar da maior experiência, relativamente a Ricardo Pereira.

«A seleção é um espaço que não tem lugares garantidos - além do lugar do melhor do mundo (risos). Por isso, não sinto que parto em vantagem. Estamos aqui todos para trabalhar para o mesmo, que é vencer os nossos jogos. Jogando eu ou não, o importante é que a seleção portuguesa consiga os seus objetivos.»

Depois de uma época em que o seu clube lutou até ao final do campeonato pela permanência na Premier League, porém, Cédric garante que nunca sentiu que isso pudesse colocar em causa a sua presença nos eleitos para o Mundial.

«Se fosse a analisar as coisas assim, nos anos anteriores tínhamos ficado à frente do Chelsea e do Liverpool… Acho que isso é muito relativo. Nunca senti que podia colocar alguma coisa em causa, até porque estou num campeonato que é dos melhores do mundo, onde trabalhamos com grandes profissionais.»