Fernando Santos, selecionador nacional, em declarações à RTP após o 2-2 contra a Tunísia:

«Queríamos ganhar e podíamos ter ganho. Os resultados são importantes, empatar nunca é um bom resultado. Na primeira parte interpretámos muito bem o jogo. Ofensivamente fomos rápidos, tivemos boa circulação e dominámos completamente o jogo. Depois do 2-0 começámos a cometer mais erros coletivos.»

[sobre a queda qualitativa]

«Demos alguma vida ao adversário no 2-1, devíamos ter sido mais agressivos. Esse está a ser um problema. A equipa está a sofrer golos que normalmente não sofre. É preciso pensar nisso, claramente.»

«Na segunda parte entrámos mais macios, até permitimos à Tunísia sair a jogar, mas até podíamos ter feito o 3-1. Daí em diante o jogo foi equilibrado e sofremos o 2-2 noutro lance em que não é normal. As segundas bolas são importantes. Nós desapertámos as marcações e não estou contente com isso.»

«Sempre fomos muito fortes na ação defensiva. Não nos podemos esquecer disso.»