Sub-21: Portugal-Suíça, 5-2 (crónica)

Ataque novo e bom já há

Por Luís Pedro Ferreira       14 de Agosto de 2013 às 20:14
André Gomes no Portugal-Suíça em sub-21 (LUSA)
1/6
André Gomes no Portugal-Suíça em sub-21 (LUSA)
Sérgio Oliveira no Portugal-Suíça em sub-21 (LUSA)
2/6
Sérgio Oliveira no Portugal-Suíça em sub-21 (LUSA)
Ivan Cavaleiro e Tiago Silva celebram golo do primeiro (LUSA)
3/6
Ivan Cavaleiro e Tiago Silva celebram golo do primeiro (LUSA)
André Gomes e Ivan Cavaleiro celebram no Portugal-Suíça em sub-21 (LUSA)
4/6
André Gomes e Ivan Cavaleiro celebram no Portugal-Suíça em sub-21 (LUSA)
João Mário no Portugal-Suíça em sub-21 (LUSA)
5/6
João Mário no Portugal-Suíça em sub-21 (LUSA)
Ivan Cavaleiro celebra golo no Portugal-Suíça (LUSA)
6/6
Ivan Cavaleiro celebra golo no Portugal-Suíça (LUSA)
Outras fotogalerias
Há um novo ataque nos sub-21 nacionais e um banco a render. Ótimas notícias para a selecção de Rui Jorge que nesta tarde bateu, no Bonfim, a Suíça. Ivan Cavaleiro estreou-se com um hat-trick, mas apesar de esta ser uma equipa de idade sénior ainda há que crescer no setor defensivo. O resultado indica boa exibição, mas é bom saber que os suíços estiveram muito perto do 2-0 durante parte do tempo. Ainda assim, há boa base para atacar a qualificação para o Europeu 2015.

Olhar ao espelho



Portugal teve pela frente uma seleção semelhante em qualidade técnica e igualmente deficitária na hora de defender. Foi quase como olhar para o espelho nesse aspeto, ainda que as estratégias e o caminho para chegar à baliza contrária fossem diferentes. Rui Jorge ensaiou um 4x1x3x2, os helvéticos um 4x3x3 gerido por Kasami e com Ben Khalifa como referência atacante.

A seleção portuguesa apostou em duas variáveis ofensivas: a rapidez de Ivan Cavaleiro e o físico de Aladje, com Rafa a rendilhar o meio-campo, apoiado pelos interiores André Gomes e Sérgio Oliveira. William jogava à frente da defesa, mas o quarteto da retaguarda pareceu sempre demasiado só na tarefa e aflito nas marcações.

A julgar pelo 0-1 para os suíços até se podia pensar que Portugal entrou mal. Não entrou, tentou assumir a iniciativa, mas teve sempre dificuldades na construção na primeira fase. Um capítulo a rever, claramente, porque ali tem de se dar primazia à segurança. A seleção falhou vários passes nessa fase e permitiu aos suíços caminharem para a área. Kasami tem boa visão de jogo e serviu Buff com um passe genial. O camisola 8 meteu por cima de Daniel Fernandes e abriu o marcador.

Os jogadores de Rui Jorge perderam-se em campo, entretanto. A Suíça esteve bem perto do 2-0, mas aí surgiu o guarda-redes português a evitar o segundo várias vezes. Até que Ivan Cavaleiro começou a surgir mais solto na frente, a receber em melhores condições e os três médios ofensivos a circular bem melhor a bola. O 1-1 nasceu de um livre a meio-campo, mas a rapidez com que a bola saiu de William e surgiu no pé de Cavaleiro foi óptima, porque ainda passou por André Gomes, Rafa e Sérgio Oliveira, que ficou com a assistência na estatística.

E tal como acontecera a Portugal, eram os suíços que se desnorteavam agora. Lá está, era uma partida de espelhos. A selecção podia ter feito o 2-1, mas Brecher, como Daniel Fernandes, evitou o segundo golo.

Entrar bem e com João Mário

Portugal tinha saído dominante para o descanso. Voltou igual e aos 48 minutos já estava a dar a volta ao marcador. Uma jogada muito bem delineada entre Rafa, André Gomes e Cavaleiro. Tal como foi o último golo português, aliás, já sem nenhum destes intérpretes em campo. João Mário estava em campo também e quando faturou havia uma certeza: há muito talento para trabalhar neste seleccionado, há qualidade.

Com Cavaleiro a confirmar o hat-trick e a Suíça a reduzir logo depois, ficou ainda a ideia final do encontro: se Portugal se tinha visto ao espelho no primeiro tempo, a ida ao banco provou que, nesse aspeto, estamos bem melhor que os suíços. Não é ironia, é futebol sub-21.

FICHA DE JOGO

Estádio: Bonfim, em Setúbal

PORTUGAL:Daniel Fernandes (José Sà, 46); João Amorim, Josué (Tiago Ferreira, 51), Paulo Oliveira (Esgaio, 78) e Luís Martins (Raphael Guerreiro, 46); William (Luís Gustavo, 46); André Gomes (Tó Zé, 78), Rafa (Tiago Silva, 59) e Sérgio Oliveira (João Mário, 59); Aladje (Lucas João 78) e Ivan Cavaleiro (Ricardo Pereira, 78).

SUÍÇAYanik Brecher; Widmer Ajeti (Decarli, 86), Djimsti e (Martignoni, 58) Kasami, Loris Benito e Buff (Max Veloso, 75); Jevtic (Brahimi, 46), Ben Khalifa (Tabakovic, 86) e Drmic.

Marcadores:0-1, por Buff (18min), 1-1 por Ivan Cavaleiro (39min), 2-1 por Ivan Cavaleiro (48min), 3-1 por João Mário (61min), 3-2 por Drmic (63), 4-2 por Ivan Cavaleiro (73min), 5-2 por Lucas João (83min)

TAGS:   Seleção   Portugal   Suiça   Sub 21   Golos   Cronica  

PUBLICIDADE

Comentários
Maisfutebol de A a Z
Ver todos
X
Y
MAISFUTEBOL COPYRIGHT © 2013 IOL.PT