Paulo Bento estava naturalmente satisfeito com a vitória de Portugal sobre a Dinamarca (3-1), no jogo que marcou a sua estreia como seleccionador nacional. As declarações, na zona de entrevistas rápidas da RTP:

«Não pode haver segredos que desvendados em três dias, com quatro treinos. Em primeiro lugar há que dar mérito a quem o tem de verdade, e que são os jogadores, pela qualidade que demonstraram, pela simplicidade de processos ao longo de 90 minutos. Fomos quase sempre dominadores, excepção a um período muito curto a seguir ao golo da Dinamarca. Intranquilizámo-nos um pouco. Antes do golo da Dinamarca podia estar resolvido, em função da nossa qualidade, do nosso domínio e das oportunidades que dispusemos. Uma palavra de apreço para os jogadores, por colocarem em prática um futebol de qualidade, e uma palavra para o público do Dragão. Esperamos alcançar um bom resultado também na Islândia, e depois ter o mesmo apoio, mas com mais gente.»

[pode garantir aos portugueses a qualificação para o Europeu?] «Disse no dia da minha apresentação que o objectivo era estar no Euro 2012. Conseguimos o primeiro objectivo, que era ganhar este jogo. Queremos vencer na Islândia para fazer seis pontos. Não garantimos o apuramento com quatro jogos, mas entramos na luta.»