Izmailov e Vukcevic ficaram confinados ao ginásio, tendo o russo evoluído em treino condicionado e o montenegrino respondido a um programa específico de treino individualizado.

Os outros casos clínicos do plantel envolvem Rochemback, que enfrenta uma paragem de três semanas, devido a traumatismo no ombro esquerdo, e cumpriu treino condicionado no ginásio, Hélder Postiga e Leandro Grimi, que realizam apenas tratamento, sendo o caso do argentino mais grave (brevemente operado ao joelho esquerdo, perderá o resto da época).