O primeiro-ministro reuniu-se esta quinta-feira com o presidente da FPF, Fernando Gomes, para garantir condições de segurança na final da Taça de Portugal, do próximo domingo, no Estádio Nacional.

António Costa deu conta da reunião com Fernando Gomes, na qual também participaram os ministros da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, numa mensagem publicada nas redes sociais, acompanhada de fotografia.

«Estamos a trabalhar em conjunto para garantir que estão criadas as condições de segurança e desportivas para a realização da final da Taça de Portugal no próximo domingo», lê-se na mensagem.

 

De acordo com fonte oficial do Governo, a reunião de trabalho realizou-se no Terreiro do Paço, onde se encontra instalado provisoriamente o gabinete do primeiro-ministro.

O primeiro-ministro garantiu ainda que vai estar presente no Jamor, para assistir à final da prova rainha, entre Sporting e Desportivo das Aves.

«Naturalmente, estarei lá com muito gosto», afirmou António Costa, à margem da Cimeira União Europeia-Balcãs.

Contudo, António Costa admitiu que, caso não estejam reunidas condições de segurança para que a final aconteça domingo, o jogo pode decorrer à porta fechada, ou ser mudado de local.

«O meu desejo, que penso que é o desejo de todos, é que haja condições para que no Jamor se possa realizar com total normalidade a final da taça. Se forem necessárias outras medidas, há uma panóplia de várias outras medidas como a mudança de local, se isso for adequado às condições de segurança, a realização sem acesso do público, há várias possibilidades», finalizou.