Marco Silva diz claramente que os dois jogadores ainda não estão prontos a entrar na equipa.

Mas por partes: primeiro Slavchev.

«O Slavchev tem trabalhado para ganhar o seu espaço num plantel forte e numa posição do terreno em que temos muita qualidade. À imagem de outros jogadores novos que chegaram ao plantel, está a lutar pelo seu espaço», começou por dizer.

«É um jogador de uma cultura diferente, de um futebol também diferente. Nós sabemos que temos de ter paciência e trabalhar com ele para que ele tenha mais armas para no futuro ter o seu espaço na equipa. Se o justificar, claro. Terá de continuar a trabalhar como tem trabalhado ou ainda mais. Mas nós continuamos a acreditar no Slavchev.»

Agora Rabia.

«A situação do Rabia é um pouco como a situação do Slavchev, com a diferença que foi operado e por isso está ainda mais atrasado no processo de aquisição de condição física», referiu.

«Está recuperado, está a trabalhar a cem por cento, mas vai demorar o seu tempo a adquirir os índices físicos necessários para lutar por um lugar na equipa. Neste momento ainda não os tem. Depois disso precisa de uma adaptação às nossas ideias, por isso vai demorar o seu tempo.»