«Foi um nome que não foi proposto nem pelo FC Porto nem pelo Benfica, mas que aceitámos, porque estava dentro do perfil que idealizámos», garantiu.

« É um homem do futebol, um homem que vive apaixonadamente o futebol. Tem experiência da parte dos clubes e da parte das associações.»

Pinto da Costa acrescentou, de resto, que «nem o FC Porto nem o Benfica indicaram qualquer nome para as listas da Liga, seja em que setor for».

«A única coisa que queremos é que ela tenha sucesso, porque, sem a Liga, será muito difícil o futebol continuar na onda dos sucessos. Se alguém quiser dizer que esta solução foi encontrada pelo FC Porto cai no ridículo.»

O presidente negou ainda que Godinho Lopes alguma vez tenha sido mencionado nas reuniões que houve para encontrar um nome consensual e garantiu que o Sporting não se colocou de lado dessas reuniões que houve entre os três grandes.

«Nas reuniões estiveram sempre presentes o FC Porto, o Benfica e o Sporting nas três reuniões efetuadas, embora o Sporting no final se recusasse a assinar o documento que todos os clubes subscreveram.»