Num jogo de elevada importância para as aspirações do campeão nacional, a equipa de Jesualdo Ferreira soube dar a volta ao resultado, que começou por ser favorável à casa, mediante o golo inaugural de Roberto à passagem dos 19 minutos.

A recuperação foi encetada na segunda parte, com os argentinos Farías e Mariano a colocarem o F.C. Porto na frente em apenas seis minutos: primeiro o avançado aos 52 e depois o médio aos 58.

Rolando, a dois minutos do fim, fechou a contagem em 3-1.