O presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, não prevê a implementação do vídeo-árbitro já esta época. A estimativa é que esse passo seja dado em 2019/20.

«Para já, a intenção é utilizá-lo na próxima temporada», afirmou o líder do organismo europeu à Reuters.

«É muito mais problemático [o VAR] do que parece. O plano é recorrer ao VAR na próxima época, mas vamos ver o que acontece. Não vou prever nada a cem por cento», acrescentou Ceferin.

 

Recorde-se que no final da época anterior o presidente da UEFA garantiu não descartar a utilização do VAR na Liga dos Campeões.