Aproveitando a experiência acumulada, que mensagem passou Vidigal aos restantes companheiros? «A mensagem que nos motiva é o trabalho realizado no dia-a-dia e cujo resultado final se reflecte na tabela. Estar numa final é estimulante e os jogadores também trabalham em função das perspectivas que têm para o futuro.»

Hugo Gomes, jogador mais utilizado no plantel do E. Amadora, espera que a formação da Reboleira dê continuidade ao bom trabalho desenvolvido: «Espero que a equipa responda como até aqui. Temos a oportunidade única de estar numa final. Apesar dos 20 por cento de probabilidades, que temos de seguir em frente, temos de acreditar que é possível.»