FIGURA: Wakaso

O grande pilar do V. Guimarães, único jogador que foi titular nos cinco jogos oficiais disputados até agora. Baixa para o lado dos centrais iniciando a construção de jogo e tem um papel de vagabundo a limpar o meio campo com uma pujança física impressionante. Muitas vezes com um trabalho invisível, o ganês assume-se como o motor da equipa. Resolveu o jogo ao apontar o golo que vale os três pontos e ainda teve direito a um susto. Foi expulso por acumulação de amarelos, já estava no túnel de acesso aos balneários, mas com recurso ao VAR Nuno Almeida reverteu a decisão.

MOMENTO: golo de Wakaso (18m)

Hélder Tavares travou Davidson em zona perigosa dando origem a um livre potencialmente perigoso para os vimaranenses. Tozé colocou a bola tensa na área, João Afonso penteou a bola de forma preponderante a baralhar as marcações e é Wakaso a aparecer para abanar as redes de cabeça.

OUTROS DESTAQUES

Arango

Irreverente e muito móvel no ataque da equipa montada por Pepa, o colombiano foi das unidades mais objetivas do Tondela. Arango não teve receio de ousar o remate e testou várias vezes a atenção e Douglas. Acabou expulso.

João Afonso

Depois da prestação assombrosa no Dragão, o defesa central voltou a estar num bom nível ao lado de Pedrão no eixo da defesa. Está ligado ao triunfo com o pentear do esférico no lance do golo.

Sérgio Peña

Muito forte nos duelos, o médio peruano emprestado pelo Granada ganhou quase todos os duelos em que esteve envolvido e foi muito importante na construção de jogo do Tondela. Boa leitura de jogo e qualidade no capítulo do passe.

Tozé

Entrou de forma determinante no Dragão e apareceu na vaga deixada em aberto por André André. Exibição de raça, muito competente e a dar intensidade quando o Vitória estava menos confortável.