O clima de tensão acompanhou a segunda mão da final da Taça Sul-americana, que pôs frente a frente os argentinos do Independiente e os brasileiros do Flamengo. O Independiente trazia vantagem da primeira mão e acabou por conquistar o título no Maracanã.

Os incidentes começaram ainda antes do encontro, com adeptos do Flamengo, sem bilhete, a irromperem pelos portões do estádio. Até a chegada do autocarro da equipa argentina foi acompanhado por incidentes, com a polícia a lançar gás pimenta e balas de borracha.

Mesmo dentro do estádio, durante o encontro, ia havendo situações em que a polícia chegou a intervir, e no final do jogo houve novamente confrontos entre adeptos e a polícia.

 

 

 

Já no dia anterior, um grupo de adeptos do Flamengo causou confusão junto ao hotel do Independiente. Lançaram tochas e foguetes e fizeram barulho, para incomodar a equipa. A polícia chegou para dispersar a confusão e houve confrontos dentro e fora do hotel.