O treinador do Valencia, Nuno Espírito Santo, admitiu que a equipa cometeu vários erros na Corunha, onde perdeu na última jornada da liga espanhola. O técnico português garantiu que analisou o encontro ao pormenor e que há uma «obsessão por vencer» no clube che

«Passámos o tempo necessário e suficiente a analisar o jogo da Corunha, depois pusemo-nos a trabalhar para o complicado jogo deste sábado», disse Nuno, em conferência de imprensa.

«Estamos motivados e preparados para fazer um bom jogo perante os nossos adeptos, o público do Mestalla vai ajudar-nos e queremos de desfrutem do encontro, que queremos ganhar», continuou o treinador português.

«Acredito muito no público, no que vamos fazer, porque a nossa mentalidade é jogar sempre para vencer, qualquer que seja o adversário. Temos uma obsessão de ganhar», afirmou Nuno Espírito Santo. «Trabalhámos forte e vamos ganhar ao Elche», atirou ainda.

Quanto às mudanças necessárias em relação ao jogo da Corunha, o treinador do Valencia explicou: «Temos de entrar melhor, ter capacidade de ganhar os duelos individuais e ser eficazes. O jogo do Riazor foi desastroso, há detalhes a corrigir, momentos individuais de concentração. É preciso ter o máximo rigor e práticos no processo defensivo. Trabalhámos isso. devemos procurar o golo com todas as nossas forças.»

Nuno considerou o Elche «uma equipa difícil e complicada, com dois bons laterais, um bom meio-campo e um avançado forte». O técnico explicou que conhece bem a equipa orientada por Fran Escribá e que preparou o jogo «com consciência» das qualidades contrárias.

O técnico não pode contar com Feghouli e Carles Gil por motivos físicos, ainda que tenha convocado todo o plantel, perante a possibilidade de a venda do clube a Peter Lim se concretize no fim de semana.