«A federação de Futebol da Sérvia decidiu usar do seu direito de recorrer contra a decisão da UEFA», anuncia o comunicado, para lá de considerar ainda esta decisão «contraditória».

A UEFA puniu as duas federações numa proporção relativamente idêntica. Enquanto a Sérvia foi considerada vencedora mas ao mesmo tempo lhe retiraram os três pontos, a Albânia foi punida com uma derrota por 3-0. Em termos pecuniários, a sanção é também a mesma para ambas as nações (100 mil euros de multa para cada). A única diferença reside no facto de a Sérvia ter de disputar os seus próximos dois jogos em casa à porta fechada (contra Dinamarca e Arménia).

Estas punições surgiram na sequência dos violentos confrontos que envolveram as comitivas das duas seleções e adeptos sérvios no passado dia 14 de outubro e que levaram à interrupção do confronto. Tudo começou, recorde-se, com o «aparecimento» de um drone com uma bandeira nacionalista albanesa, tendo este aterrado em pleno relvado e desencadeado toda a confusão que se seguiu.